Minas On-line
Rss
Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Consulta Pública - Aquisições para expansão e consolidação do ambiente computacional transacional do Data Center da SEF/MG

A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais, através da Superintendência de Gestão e Finanças, convida a todos os interessados na contratação acima referenciada para discussão da minuta do Termo de Referência, no dia 07/08/2013, às 09:30 horas, na Cidade Administrativa Tancredo Neves – Prédio Gerais, 7° andar – sala de reunião n° 6, situada na Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/nº, Bairro Serra Verde. Belo Horizonte/MG. Os interessados poderão ainda, apresentar comentários e sugestões para o aprimoramento do Termo de Referência, encaminhando suas manifestações, até a data prevista acima, com a identificação do respectivo autor (nome, denominação, endereço, e-mail, telefone/fax) para o endereço eletrônico sgfdcomlicitacao@fazenda.mg.gov.br. Belo Horizonte, 30/07/2013 - Ariana Aparecida Gonçalves Pereira de Carvalho – Superintendente de Gestão e Finanças.

Termo de Referência - Expansão ambiente transacional (PDF - 1.34 MB)


 

REVOGADO - Registro de Preço - Serviços de Organização e Preparação de Documentos em Papel e Captura de Conteúdo - PRODEMGE

Registro de Preços para contratação de serviços especializados em organização e preparação de acervos de documentos arquivísticos e captura de conteúdo, conforme os requisitos constantes desta Especificação Técnica e demais anexos deste Edital.

Revogado devido à reavaliação em curso sobre a continuidade e escopo dos serviços de Organização e Preparação de Documentos, Captura de Conteúdo e Surpevisão em Gestão de Conteúdo.

Planejamento nº 192/2014 para Registro de Preços dos itens descritos abaixo:

 - Preparação e Organização de Documentos com formato até A3;

 - Preparação e Organização de Documentos com formato maior que A3 até A0;

 - Captura de Papel com formato menor ou igual a A3 com reconhecimento ótico de caracteres;

 - Captura de Papel com formato maior que A3 até A0 com reconhecimento ótico de caracteres;

 - Tecnologia de Assinatura Digital dos documentos capturados.

 Especificação Técnica (PDF - 575.82 KB)

 

Integração de cadastros do Minas Fácil e do Cagef fomenta mercado de compras públicas

Última atualização (Seg, 07 de Janeiro de 2013 14:08) (07/01/2013)

 

Novidade facilita inclusão na base de dados de fornecedores do Governo de Minas e acesso aos procedimentos de licitação

Os cadastros da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg) e o de Fornecedores (Cagef) do Portal de Compras MG foram integrados para facilitar ainda mais o acesso de novos empresários mineiros às compras governamentais. Com a integração, ao abrir uma empresa o empresário poderá optar por ser automaticamente incluído na base de dados de fornecedores do Governo de Minas e ter acesso a um importante nicho de negócios.

A resolução conjunta nº 8.796, da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e da Jucemg, que regulamentou a integração dos cadastros, foi publicada no último dia 28 de dezembro.

A diretora da Superintendência Central de Recursos Logísticos e Patrimônio da Seplag, Ana Luiza Hirle, explica que os fornecedores incluídos passam a receber avisos para participar de procedimentos de licitação realizados pelos órgãos e entidades estaduais.

“A integração dos sistemas e a confiabilidade das informações propiciam o acesso facilitado dos empresários ao mercado de compras governamentais. E esse é um nicho relevante para fomentar o desenvolvimento de Minas”, afirma Ana Hirle.

Para fortalecer as compras públicas como oportunidades de negócios no Estado, o Governo de Minas fomenta a participação de micro e pequenas empresas (MPE) nos processos de aquisição. Desde dezembro de 2011, as micro e pequenas empresas possuem exclusividade em licitações até R$ 80 mil nas compras governamentais. Os resultados são positivos. Os volumes contratados com MPEs passaram de R$ 436 milhões em 2011 para R$ 676,2 milhões em 2012.

Em 2012, as MPEs tiveram uma participação de 89,5% nas compras eletrônicas, alta de 14,5 pontos percentuais em relação a 2011, quando a participação foi de 75%. Neste ano, as contratações de MPEs por meio do Cotep - compras de pequeno valor (até R$ 8 mil) – atingiram 87% do volume de recursos homologados, contra 68% no ano passado. No caso do pregão eletrônico, a participação no valor contratado saltou de 32% para 38%.

As aquisições são realizadas por meio do Portal de Compras de Minas Gerais, que centraliza em um único endereço eletrônico todas as informações e processos de compras do Executivo mineiro. O site confere agilidade, economia e transparência.

 

Cadastro de fornecedores

No início de novembro, a Seplag integrou a base de dados do Cadastro de Fornecedores com a base de dados da Receita Federal do Brasil para atualizar a informação sobre o porte das empresas, que permite o acesso das empresas aos benefícios para MPE nas compras governamentais.

No fim de 2012, o número de MPE no Cadastro de Fornecedores do Estado atingiu 15.859 empresas, o que corresponde a 63,2% do total de empresas cadastradas. Até 2011, o percentual era de 42%.

 

Minas Fácil

Gerido pela Jucemg, o Minas Fácil utiliza o Sistema de Registro Mercantil (SRM), já integrado aos sistemas da Receita Federal, Secretaria de Estado de Fazenda, Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Vigilância Sanitária e prefeituras municipais que participam do programa.

Ao promover a interligação dos principais órgãos públicos envolvidos na abertura de empresas, o Programa Minas Fácil evita a peregrinação do empreendedor por diversos locais para formalizar seu negócio e simplifica o processo. Até 2006, o prazo médio para abertura de uma empresa no Estado era de 45 dias. Hoje é de apenas sete dias, em média, sendo cinco dias na capital e sete no interior do Estado.

O serviço teve início em 2005 e faz parte do Programa Estruturador Descomplicar, gerido pela Seplag para simplificar as relações entre o Estado e os cidadãos, as empresas e o próprio Estado buscando o desenvolvimento da cidadania, dos negócios e dos investimentos privados.

 

Consulta Pública - INTENDÊNCIA

A Intendência da Cidade Administrativa convida a todos os interessados na Contratação de empresa prestadora dos serviços de operação, atualização das soluções, gerenciamento, monitoramento, treinamento, suporte técnico, manutenção preventiva e manutenção corretiva de toda a infraestrutura de rede de voz, dados (wired e wireless), segurança, controle de acesso, videoconferência, nobreaks e grupo gerador em uso na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves para discussão da minuta do Termo de Referência, no dia 02/06/2014, às 10horas, na Cidade Administrativa Tancredo Neves – no Plenário do Prédio Gerais – 9º and., situada na Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/nº, Bairro Serra Verde. Belo Horizonte/MG.

Os interessados poderão ainda, apresentar comentários e sugestões para o aprimoramento do Termo de Referência, encaminhando suas manifestações, até a data prevista acima, com a devida identificação (nome, denominação, endereço, e-mail, telefone) para o endereço eletrônico comprasca@planejamento.mg.gov.br.

 

 Ata Consulta Pública (PDF - 411.72 KB)

 Respostas aos questionamentos (PDF - 638.56 KB)

 Minuta Termo de Referência  (PDF - 1.37 MB)


Governo de Minas Consolida Política de Compras Sustentáveis

Última atualização (Sex, 04 de Janeiro de 2013 10:05)

O Governo de Minas publicou nesta quinta-feira (13/12) o Decreto nº 46.105, que estabelece diretrizes para promover o desenvolvimento sustentável nas compras governamentais realizadas pela administração pública estadual. O referido Decreto entrará em vigor 30 dias após a publicação. Com a norma, Minas consolida a política de compras sustentáveis e torna obrigatória a adoção de critérios de sustentabilidade que já vinham sendo observados nas compras realizadas pela administração pública direta, pelas autarquias, fundações e empresas estatais dependentes.

Critérios claros

O Decreto estabelece diversos critérios de sustentabilidade como economia no consumo de água e energia, minimização da geração de resíduos, redução da emissão de poluentes e de gases de efeito estufa, adoção de tecnologias menos agressivas ao meio ambiente e utilização de produtos atóxicos ou de menor toxidade, entre outros.

Itens como maior geração de empregos, preferencialmente com mão de obra local, preferência para materiais, tecnologias e matérias-primas de origem local e fomento às políticas sociais inclusivas e compensatórias também devem ser observados. O caráter competitivo e a economia da contratação serão preservados.

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) coordenará os estudos técnicos para viabilizar a inserção de critérios de sustentabilidade em famílias de compras, envolvendo as áreas diretamente ligadas. Os resultados dos estudos técnicos ficarão disponíveis em manuais a serem obrigatoriamente observados nas compras públicas.

Os itens sustentáveis de utilização obrigatória no Catálogo de Materiais e Serviços (Catmas) ficarão disponíveis no Portal de Compras.

Conheça os critérios de sustentabilidade

- Economia no consumo de água e energia;

- Minimização da geração de resíduos e destinação final ambientalmente adequada dos que forem gerados;

- Racionalização do uso de matérias-primas;

- Redução da emissão de poluentes e de gases de efeito estufa;

- Adoção de tecnologias menos agressivas ao meio ambiente;

- Utilização de produtos atóxicos ou, quando não disponíveis no mercado, de menor toxidade;

- Utilização de produtos com origem ambiental sustentável comprovada;

- Utilização de produtos reciclados, recicláveis, reutilizáveis, reaproveitáveis ou biodegradáveis compostáveis;

- Utilização de insumos que fomentem o desenvolvimento de novos produtos

- Maior vida útil e menor custo de manutenção do bem e da obra;

- Maior geração de empregos, preferencialmente com mão de obra local;

- Preferência para materiais, tecnologias e matérias-primas de origem local;

- Fomento às políticas sociais inclusivas e compensatórias.

leia mais

 

Página 4 de 6

Banco de Notícias

Acesso Restrito

Servidor
Fornecedor

Links

Compras Sustentáveis
OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS
GES
PPP UAI Licitação Fase - 2
PPP UAI Praça Sete

Redes Sociais

Twitter
YouTube
Facebook

SEPLAG|

Rodovia Pref. Américo Gianetti, s/n. Serra Verde - BH - MG - CEP.: 31630-901